Ganhos e Conquistas
01/10/2012
Mais clientes, por mais tempo e com mais lucro
15/10/2012

Disciplina, comprometimento e motivação

 08/10/2012

As empresas investem cada vez mais na busca pela melhoria dos resultados e, na maioria das vezes, abandonam o processo antes de experimentar, o que seria, um sucesso.

 

Pode-se afirmar que juntamente com a avaliação e o controle das ações planejadas, estão as metas e objetivos que nem sempre são reais. Quando isso acontece a execução do planejamento é comprometida pela falta de motivação sobre os resultados abaixo do esperado; porém resultados reais e pertinentes às ações executadas.

No momento de traçar as metas e os objetivos, deve-se ter a certeza de que são coerentes com as ações planejadas e a capacidade da própria equipe em executá-los. Traçar metas e objetivos com base na vontade de realizar ou nos dados irreais, é querer criar uma expectativa mentirosa e desmotivar a equipe.

Outra situação que interfere diretamente no cenário interno de uma empresa é a forma como são executadas as ações planejadas. Um excelente planejamento estratégico e tático, quando mal executado não gera resultados positivos. Ao contrário, quando se tem um planejamento razoável, porém executado de forma excelente, os resultados são maiores e melhores a longo prazo.

São por essas e outras razões, que a base da lucratividade do negócio é o preparo da equipe de colaboradores. São eles que executam as ações de forma precária, razoável, boa ou excelente; gerando com isso resultados momentâneos, duradouros, lucrativos ou prejuízos.

Um colaborador bem preparado é acima de tudo um profissional disciplinado, comprometido e com isso motivado. Não se motiva ninguém a nada, pode-se até incentivar a motivação com a boa relação interpessoal, de forma momentânea. Na verdade a motivação é fruto do crescimento interior, adquirido ou não pelo crescimento profissional.

O colaborador cumprirá, com motivação, uma determinada tarefa em função do comprometimento e disciplina. Quando não há essas duas qualidades, mesmo motivado a tarefa poderá não ser cumprida. Não se mensura resultados positivos de qualidades isoladas. Um profissional excelente, é excelente em tudo que se propõe a fazer, podendo errar como qualquer outro.

Aquele que detém todas as qualidades necessárias para promover resultados duradouros, também pode errar; diferente dos que erram constantemente. Muitos erram constantemente e escondem seus erros, com o tempo os clientes começam a desaparecer e o prejuízo a refletir no caixa.

Manter um colaborador motivado é dar a ele chances reais de crescimento profissional, aprendizagem etc. Contudo, se ele não estiver preparado para receber tais benefícios, de nada valerá. A preparação é o segredo da vitória, para isso a disciplina e o comprometimento se fazem essenciais.

O colaborador é o termômetro da relação entre cliente e negócio, é ele que pode perceber a insatisfação do cliente e, em tempo real, revertê-la em encantamento; como também, pode perdê-lo por incompetência, falta de visão etc. No entanto, a responsabilidade do processo e, até mesmo, da perda ou conquista do cliente é do gestor.

Colaborador disciplinado, comprometido e preparado; é profissional motivado. Esses dispensam maiores investimentos das empresas e proporcionam resultados excelentes na execução do planejado; promovendo a conquista e retenção de clientes por longo prazo.

Por Paulo Eduardo Dubiel – Executivo em Gestão de Marketing e Negócios, Esp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *